Anúncios

Grupo Nativo de Teatro apresenta “TrêsnoDivã”

O maior sucesso de público e crítica da história do Teatro natividadense está de volta ao palco do Anfiteatro do Colégio Alvorada.
A hilariante comédia TRÊSNODIVÃ, com os atores Marcelo Costa, Leandro Moura e Thiago Mota , em uma adaptação do texto de Chris Linhares (Divas no Divã), remontam o estilo consagrado por Lúcio Mauro Filho, Lázaro Ramos e Bruno Garcia no seriado global “SEXO FRÁGIL”, e interpretam mulheres insatisfeitas com os homens, promovendo de forma divertida a eterna guerra entre os sexos.

Esse espetáculo já esteve em várias cidades da região como Porciúncula, Itaperuna, Varre Sai, Italva, Cardoso Moreira, Bom Jesus do Itabapoana, Tombos, Espera Feliz, Carangola , Capitira, entre outras. E agora está de volta ao lar.

O Grupo Nativo de Teatro pretende brindar a população natividadense com esse espetáculo incrivelmente engraçado, a um preço super acessível, apenas R$ 5,00. A apresentação acontece nesse sábado dia 22/11 as 20:03hs no Colégio Alvorada.

Ingressos antecipados na LOJA PASSO A PASSO.


PRESTIGIE! TEATRO É CULTURA.

TEATRO EM NATIVIDADE-RJ. NESTE SÁBADO 21/11, ÀS 20:03hs, NO ANFITEATRO DO COLÉGIO ALVORADA. </p>
<p>ESSA VOCÊ NÃO PODE PERDER. </p>
<p>O maior sucesso de público e crítica da história do Teatro natividadense está de volta ao palco do Anfiteatro do Colégio Alvorada.<br />
A hilariante comédia TRÊSNODIVÃ, onde os atores Marcelo Costa, Leandro Moura e Thiago Mota , em uma adaptação do texto de Chris Linhares (Divas no Divã), remontam o estilo consagrado por Lúcio Mauro Filho, Lázaro Ramos e Bruno Garcia no seriado global "SEXO FRÁGIL", e interpretam mulheres insatisfeitas com os homens, promovendo de forma divertida a eterna guerra entre os sexos.<br />
Esse espetáculo já esteve em várias cidades da região como Porciúncula, Itaperuna, Varre Sai, Italva, Cardoso Moreira, Bom Jesus do Itabapoana, Tombos, Espera Feliz, Carangola , Capitira, entre outras. E agora está de volta ao lar.<br />
O Grupo Nativo de Teatro pretende brindar a população natividadense com esse espetáculo incrivelmente engraçado, a um preço super acessível, apenas R$ 5,00.<br />
Ingressos antecipados na LOJA PASSO A PASSO.<br />
PRESTIGIE! TEATRO É CULTURA.” width=”494″ height=”350″ /></p></div>
</div>
</div>
</div>
</div>
<div></div>
		<div id=
Anúncios

Grupo Nativo de Teatro representa Natividade em evento nacional

Grupo Nativo

O Grupo Nativo de Teatro e o Ponto de Cultura Projeto Atenas do Noroeste Fluminense representaram o município de Natividade, durante no evento “Teia Nacional da Diversidade Cultural”, por ocasião do “Encontro Nacional dos Pontos de Cultura”, durante o último final de semana em Natal, capital do Rio Grande do Norte, na semana passada. O grupo se fez presente através do ator e diretor Marcelo Costa.

O encontro:

A ‘Teia’ se constitui em um grande cenário para a integração e um palco para a manifestação da imensa diversidade brasileira, possibilitando o encontro dos ‘pontos de cultura’, apoiados pelo ‘Programa Cultura Viva’, criado em 2004, e os diversos atores da cena cultural brasileira. Reunir todos os segmentos culturais e possibilitar o conhecimento e a vivência das expressões e manifestações populares, artísticas, tradicionais, religiosas e históricas são alguns dos objetivos do evento, que, também, se torna espaço para reflexão, formação e difusão e, este ano, tinha a previsão de reunir algo em torno de 2.200 participantes e atingir um público externo de 100.000 pessoas.

O evento foi realizado pela Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural / Ministério da Cultura, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Instituto Federal do Rio Grande do Norte, FUNCERN, Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, Fundação Capitania das Artes e Fundação José Augusto.

‘Paixão de Cristo’ em Natividade

No dia 18 de abril, às 19 horas, aconteceu, no centro de Natividade (RJ), a tradicional encenação teatral ‘Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo’, evento que acontece há quase trinta anos. O evento, que vem se tornando um dos maiores espetáculos gratuitos e ao ‘ar livre’ de toda a região, foi realizado pelo Grupo Nativo de Teatro, Ponto de Cultura Projeto Atenas do Noroeste Fluminense, Prefeitura de Natividade e Santuário Diocesano Nossa Senhora da Natividade.

Contando com quase 100 atores, entre profissionais, alunos de oficinas teatrais e populares, a encenação transforma o centro da cidade em uma enorme área cênica. Nesse ano os destaques foram os atores Marcelo Costa (que além de escrever o texto e assinar a direção, interpretou Pilatos), Leandro Moura (interpretando Cristo) e Jô Ramalho (interpretando Caifás). Outras participações destacadas foram as dos atores Alessandra Ramos, Dalgisa Vieria, Dara Vieira, Eduardo Neves, Gabriella Luquetti, Honara Fitaroni, Lucas Gomes, Maria Eduarda Neves, Mikaelly Mello, Sanara Mello e Victória Carrara, que com suas atuações contribuíram para montar um grande elenco. O trabalho foi muito aplaudido pela grande platéia presente.

Paixão de Cristo 10170994_307206739427841_8513856049390474840_n

Fotos: Natividade FM

Grupo Nativo de Teatro: Sucesso em Natividade!!!

Um trabalho que vem chamando a atenção de toda a região é o que vem sendo realizado pelo Grupo Nativo de Teatro, em Natividade (RJ).  Além de manter o grupo profissional, os atores se dividem na realização de ‘Oficinas Teatrais’ gratuitas para diversas idades (Infantil, Infanto Juvenil, Adulta e Terceira Idade).  No mês de dezembro foram apresentadas as peças teatrais ‘Ser o que no Teatro?’ (texto de Marcelo Costa) e ‘Eu Chovo, Tu Choves, Ele Chove…’ (texto de Sylvia Orthof), pela ‘Oficina Teatral Infantil’; ‘A Arte de Amar a Arte’ (texto de Thiago Mota) pela ‘Oficina Teatral Infanto Juvenil’; e ‘No Sítio do Pica Pau Amarelo, o Mistério de Feiurinha’ (adaptação para o teatro de Nuñes Ramalho de texto de Pedro Bandeira). 

Os atores realizaram, ainda, no mesmo mês, o ‘XI Presépio Vivo’, com 92 horas ininterruptas de duração.  O Grupo retorna às suas atividades em março, quando começam as inscrições, que são gratuitas, aos alunos de todas as idades.  Marcelo Costa, que além de ator é produtor/coordenador do projeto (Ponto de Cultura Projeto Atenas do Noroeste Fluminense), e esteve, no mês de maio do ano passado, participando do ‘I Congresso Latino Americano de Cultura Viva’, em La Paz, na Bolívia, informa que nos próximos dias os atores se reunirão para traçar o planejamento para o ano inteiro e buscando parcerias, objetivando tornar Natividade uma referência cultural em toda a região.

Peça a arte de AMAR.

Peça a arte de AMAR.

‘Oficina Teatral Terceira Idade’ em Natividade

No dias 15 (às 17 horas), 16, 18 e 19 (às 19:30 horas) de dezembro, no Anfiteatro Alcenor Lengruber Boechat, em Natividade (RJ), a ‘Oficina Teatral Terceira Idade’ (Turma Bilú Pavanelli), do Ponto de Cultura Projeto Atenas do Noroeste Fluminense, de autoria do Grupo Nativo de Teatro, apresentou a peça ‘No Sítio do Pica-pau Amarelo, o Mistério de Feiurinha’ (adaptação livre para o teatro de Nuñes Ramalho).  

A peça contou com participações especiais de alguns alunos de outras ‘Oficinas’ e do ator Marcelo Costa.  As apresentações foram gratuitas, assim como são esta e as outras ‘Oficinas’ do Projeto. 

A apresentação tem o apoio de Digital Net e Pousada e Restaurante Sabor da Terra e o patrocínio local de J. Augusto Mercearia, Anisio Pneus, Peças e Acessórios,  Lanchonete + Sabor, Moskinha Drinks,   Casa são Geraldo de Natividade,  Madecom,  Colégio Padrão,   Passo a Passo,  Ricardo Móveis,  Sansão Supermercado,  Fercicle,  Drª  R. Kelly D. Pereira (cirurgiã dentista),  Casa do Fazendeiro  e  Chicago´s Mercearia.  O Projeto resultou do apoio financeiro do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Ponto de Cultura, Mais Cultura, Cultura Viva, Ministério da Cultura e Governo Federal. 

O Produtor/Coordenador Marcelo Costa parabenizou o oficineiro Leandro Moura, diretor da ‘Oficina’,  e informou que o grupo está articulando novas parcerias para que os trabalhos possam ter continuidade.     

Teatro

 

Oficina Teatral Infantil em Natividade

               No último dia 12 de dezembro, à partir das 18:30 horas, no Anfiteatro Alcenor, foram apresentadas as peças teatrais infantis ‘Ser o que no Teatro?’ (texto de Marcelo Costa) e ‘Eu Chovo, Tu Choves, Ele Chove…’ (texto de Sylvia Orthof), com os alunos da ‘Oficina Teatral Infantil’ (Turma Berto Barra), do ‘Ponto de Cultura Projeto Atenas do Noroeste Fluminense’, de autoria do Grupo Nativo de Teatro, de Natividade (RJ).  O projeto nasceu de uma seleção pública e obteve apoio financeiro do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de cultura do Estado do Rio de Janeiro, Ponto de Cultura, Mais Cultura, Cultura Viva, Ministério da Cultura e Governo Federal. 

O Produtor/Coordenador Marcelo Costa, que, também, é o diretor desta ‘Oficina’, salientou a importância da transmissão de valores culturais às novas gerações, o acesso gratuito às apresentações e a dedicação das crianças durante o curso.  Nos próximos dias, serão marcadas as últimas apresentações desta ‘Oficina’.  O projeto conta, ainda, com o apoio de  Digital Net e Pousada e Restaurante Sabor da Terra (empresas parceiras) e da Prefeitura de Natividade (que cede o espaço físico).

TEATRO TEATRO2 TEATRO3

Grupo Nativo no ‘I Fesquete Noroeste’

Nos dias 14, 15 e 16 de novembro, aconteceu o ‘I Fesquete Noroeste’ (Festival de Esquetes Teatrais do Noroeste Fluminense), em Itaperuna (RJ), no Teatro de Bolso Jorge Coutinho, com realização do ‘Grupo CTI’, de Itaperuna (RJ).  O Festival além de reunir apresentações de grupos da nossa região, contou com a participação de alguns grupos da cidade do Rio de Janeiro, o que aumentou o nível de competição. 

O Grupo Nativo de Teatro, de Natividade (RJ), esteve, mais uma vez representando a cidade, conhecida como ‘a Atenas do Noroeste Fluminense’, obtendo indicações entre as três melhores posições em categorias diferentes – ‘melhor ator’ (Marcelo Costa), ‘melhor direção’ (Marcelo Costa), ‘melhor concepção de cenário’ (Grupo Nativo de Teatro) e ‘melhor texto original’ (Thiago Mota) – e duas indicações entre os seis ‘melhores espetáculos’ (o monólogo ‘Balada da Masmorra de Reading’, com Marcelo Costa, e a esquete ‘A Arte de Amar a Arte’, com Alessandra Ramos, Cléber Andrade, Leandro Moura, Marcelo Costa e Thiago Mota, com texto deste último).  O Grupo Nativo, além do troféu de ‘Terceiro Lugar’ como ‘melhor espetáculo’ saiu, segundo seus atores, com o sentimento de missão cumprida, pelas boas apresentações e por ter ocupado os melhores lugares em várias categorias e ter demonstrado a qualidade da ‘Arte Teatral’ da cidade. 

O Festival contou, ainda, com a presença de representantes do SATED-RJ (Sindicato dos Artistas do Estado do Rio de Janeiro) e do FETAERJ (Federação de Teatro do Estado do Rio de Janeiro) que se disseram muito satisfeitos com o evento.

 

Peça a arte de AMAR.

Peça a Arte de Amar a Arte.